Pizza é bom para ciclistas?

Nutrição 25 ago. 2021 19:08 Guilherme

A pizza é um dos alimentos mais universais. Nascida na Itália, o mundo inteiro adotou como sua - com algumas diferenças - essa comida que quase todo mundo gosta.

Hoje queremos aprofundar suas virtudes e defeitos nutricionais, com o objetivo de responder a uma eterna pergunta: é amiga ou inimiga do ciclista? Continue lendo e descubra se da próxima vez que comer uma dessas delicias, você deverá sentir remorso.

Pizza

A injusta má fama da pizza

A pizza carrega consigo uma má reputação injusta, e é tida como junk food. As grandes redes comerciais de influência americana e suas pizzas com toneladas de queijo e litros de molho barbecue destruíram a fama de um alimento que, em sua versão original, é pura dieta mediterrânea.

No caso do atleta, principalmente do ciclista, seus benefícios são ainda mais pronunciados. A farinha da massa fornece carboidratos complexos - de absorção lenta - que fornecem energia constantemente ao corpo. O azeite (e a azeitona, elemento comum) fornecem colesterol e vitaminas A, D, E e K. A mussarela, por sua vez, é uma fonte muito rica em proteína animal.

É, portanto, um alimento muito completo, que se pode em um único prato, garantir a ingestão de proteínas, carboidratos e vitaminas a cada mordida.

Quanto a pergunta se a pizza é amiga do ciclista, a resposta é sim. É aconselhável evitar grandes redes de fast food e preparar nossas próprias pizzas, selecionando produtos de qualidade e buscando o equilíbrio nutricional. Uma mussarela com baixa gordura, azeitonas, ervas aromáticas - purificam o corpo - e algumas proteínas animais pouco gordurosas, como o presunto, compõem a pizza ideal para atletas.

Newsletter

Assine a nossa newsletter e receba todas as nossas novidades. Mountain bike, conselhos sobre treinamento e manutenção de sua bike, mecânicos, entrevistas ...

Você vai estar ciente de tudo!