Sonny Colbrelli vence um Paris Roubaix histórico

Mountain Bike 3 oct. 2021 18:10 Guilherme

O Inferno do Norte fez jus ao seu nome e recebeu os ciclistas em condições duríssimas que deixaram uma corrida espetacular na qual Sonny Colbrelli conquistou uma vitória épica no Paris Roubaix 2021.

Sonny Colbrelli vence o Paris Roubaix 2021

Depois de uma noite de intensa chuva, o dia começou com todos os trechos pavimentados praticamente alagados e em condições de lama que previam uma prova muito difícil para os ciclistas.

Dos 257 km do percurso total, o primeiro dos 30 trechos de paralelepípedos chegou faltando 160 km e a essa altura já havia se formado uma fuga onde rodavam até 26 ciclistas, entre eles Mathieu van der Poel. A corrida estava sendo um verdadeiro estrago e as quedas e quebras eram constantes tanto na fuga como no pelotão.

Com o passar dos quilômetros, os grupos de fuga e perseguição se desfizeram e faltando 50 km a corrida teve como protagonista Gianni Moscon, que parecia bastante sólido liderando sozinho, e Mathieu van der Poel que, após ter que parar para trocar a roda, liderava uma verdadeira perseguição desde o quilómetro 187 e estava acompanhado pelo canadense Guillaume Boivin e pelo italiano Sonny Colbrelli. Mas a verdade é que o holandês não encontrou apoio suficiente nos seus companheiros de grupo e a distância em relação a Moscon ia aumentando faltando 40 km.

O grupo de Van der Poel pegou os ciclistas que estavam entre eles e Moscon faltando 37 km, justo momento que o holandês aproveitou para lançar outra mudança de ritmo. Faltavam 35 km para chegar ao velódromo de Roubaix e o grupo de Mathieu van der Poel estava a 1:17 minutos de Gianni Moscon.

A 30 da chegada, um furo na roda traseira obrigou Moscon a parar, mas a avaria aconteceu numa zona asfaltada e o italiano perdeu apenas cerca de 14 segundos na mudança de bicicleta. Atrás, o grupo de Van der Poel rodava a 40 segundos. Junto com o holandês estavam Florian Vermeersch, Guillaume Boivin, Sonny Colbrelli e Tom Van Asbroeck.

Mas o azar de Moscon não acabou e a 25 km do final ele sofreu uma queda em um trecho de paralelepípedos que deixou o grupo de Van der Poel somente 13 segundos atrás. Em questão de 5 km Moscon havia perdido praticamente toda a vantagem que o fazia sonhar com a vitória.

 

Queda de Moscon em um momento decisivo

Mas se a corrida estava sendo técnica, ainda faltava passar pela aérea mais difícil do Inferno do Norte, o Carrefour de l'Arbre. Um trecho de paralelepípedos com curvas acentuadas no qual Moscon foi neutralizado. Colbrelli, Van der Poel e Vermeersch estavam sozinhos na liderança com 14 km para o fim e os últimos 3 trechos pavimentados.

A 3,5 km da chegada Van der Poel, Colbrelli e Vermeersch continuaram rodando juntos e estavam prestes a entrar no último trecho de paralelepípedos. Os três mantinham uma falsa calma que poderia explodir a qualquer momento, mas não. Eles entraram no velódromo juntos e começaram a se estudar e não paravam de se olhar.

O sprint foi lançado e finalmente o italiano Sonny Colbrelli foi o vencedor do Paris Roubaix 2021. Vermeersch foi o segundo e Van der Poel o terceiro.

Os gritos de alegria de Colbrelli contrastaram com o silêncio de Van der Poel, que ficou completamente abatido após a corrida.

Newsletter

Assine a nossa newsletter e receba todas as nossas novidades. Mountain bike, conselhos sobre treinamento e manutenção de sua bike, mecânicos, entrevistas ...

Você vai estar ciente de tudo!