Onde assistir ao Campeonato Mundial de MTB de 2021 Val di Sole: favoritos e horários

Mountain Bike 27 ago. 2021 23:08 Guilherme

Na parte norte da Itália está o vale alpino de Val di Sole e lá se celebrará de 25 a 29 de agosto o Campeonato Mundial de MTB 2021 (XCC, XCO, 4x, e-MTB e DH). Estamos perante uma das edições mais emocionantes dos últimos anos e deixamos aqui todas as informações sobre datas, horários, circuito, favoritos e onde assistir.

Quando e onde ver o campeonato mundial Val di Sole 2021

Quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Quinta-feira, 26 de agosto de 2021

  • 11:30 Campeonato Mundial Júnior Feminino XCO 
  • 13:30 Campeonato Mundial Júnior Masculino XCO 

Sexta-feira, 27 de agosto de 2021

  • 15:00 Campeonato Mundial e-MTB Feminino
  • 16:45 Campeonato Mundial e-MTB Masculino

Sábado, 28 de agosto de 2021

Domingo, 29 de agosto de 2021

  • 09:20 Campeonato Mundial Júnior de DH (Feminino e Masculino)
  • 12:50 Campeonato Mundial DH Masculino Elite
  • 14:10 Campeonto Mundial DH Feminino Elite

O Campeonato Mundial de Val di Sole 2021 pode ser visto e acompanhado ao vivo na RedBull TV gratuitamente, em diferentes opções oferecidas pela plataforma Eurosport, e deverá também ser transmitido nas televisões nacionais. Por exemplo, em Espanha, a rtve.es transmitiu o evento ao vivo nas últimas edições e espera-se que este ano também o faça, embora ainda não o tenha confirmado.

Quem ganhou a última vez em Val di Sole?

Se olharmos para trás, a Copa do Mundo Val di Sole 2019 colocou no pódio alguns protagonistas que começam como favoritos para esta edição, foi a última vez que se competiu no circuito Val di Sole, e agora será o palco onde o serão decididas as próximas camisa arco-íris.

No Short Track de Val di Sole 2019, Jolanda Neff nas mulheres e Van der Poel nos homens foram os mais rápidos.

Na prova feminina da XCO, a francesa Pauline Ferrand Prevot venceu a suíça Jolanda Neff no sprint, e Jenny Rissveds fechou o pódio a 1 minuto. Na prova masculina XCO, o holandês Mathieu van der Poel sentenciou a corrida com outro de seus ataques fulminantes, Mathias Flueckiger foi o segundo e Nino Schurter terceiro após quase 1 minuto.

O circuito

O percurso onde se realiza o Campeonato Mundial XCO 2021 é praticamente o mesmo dos eventos da Copa do Mundo de 2018 e 2019. É um circuito de 4 km com 190 metros de desnível que circunda o Bikepark Val di Sole em Daolasa di Commezzadura.

É uma pista muito em sintonia com o XCO atual, repleto de rock gardens e áreas com muitas raízes. Em 2018, foi adicionada ao circuito a área “Bear Forest”, que juntamente com novos trechos técnicos garantem o espetáculo ao público ao colocar os ciclistas à prova em todos os tipos de terrenos. Para este evento, uma nova área de chegada foi montada para garantir uma melhor visibilidade aos torcedores.

Favoritos para ganhar o Campeonato Mundial XCO em Val di Sole 2021

A edição de 2019 é uma das mais abertas dos últimos anos e dá a sensação de que tudo pode acontecer em uma Copa do Mundo, mas vamos olhar em termos de favoritos.

Quem será o próximo campeão mundial XCO?

Na prova feminina, a francesa Loana Lecomte venceu todas as etapas da Copa do Mundo nesta temporada, mas no Mundial ela disputará a categoria sub-23 pela camiseta arco-íris.

Por sua vez, Jolanda Neff mostrou na corrida de Tóquio que voltou ao seu melhor nível e é capaz de lutar novamente pela camisa arco-íris, que já conquistou em 2017; como a atual campeã mundial Pauline Ferrand Prevot, a ciclista francesa é um das mais consistentes dos últimos 3 anos e atual campeã mundial, qualquer coisa além de terminar no pódio seria uma surpresa.

Depois delas podemos citar um grupo de ciclistas que se mostraram capazes de lutar pelas primeiras posições, como a holandesa Anne Terpstra, a australiana Rebecca McConnel, a sueca Jenny Rissveds ou a suíça Linda Indergand.

A camisa do arco-íris mais aberta do que nunca

Mathieu van der Poel foi o último a vencer neste circuito e foi o principal favorito à vitória até anunciar que não vai disputar a Copa do Mundo por problemas nas costas, resultado da queda nas Olimpíadas.

O suíço Mathias Flückiger, medalha de prata em Tóquio 2020, está sendo o mais constante nesta temporada e, como ele mesmo disse, está em condições de vencer qualquer corrida.

Na prova masculina é impossível escolhermos apenas três favoritos, vamos fazer um grupo de ciclistas que poderão subir ao pódio sem nos surpreender. Da lenda do MTB Nino Schurter, ao tcheco Ondrej Cink, ao medalhista olímpico David Valero e sem esquecer o brasileiro Henrique Avancini ou o francês Victor Koretzky e o atual campeão mundial Jordan Sarrou.

Newsletter

Assine a nossa newsletter e receba todas as nossas novidades. Mountain bike, conselhos sobre treinamento e manutenção de sua bike, mecânicos, entrevistas ...

Você vai estar ciente de tudo!